Confiras as últimas postagens do Instagram!

Image Alt

KaBuM! e-Sports

EM BUSCA DO TETRA!

Ao longo de sua trajetória, a KaBuM! e-Sports ganhou destaque nas mídias e canais da comunidade gamer, pelos títulos conquistados, emoções nos jogos e, especialmente, pelos investimentos em estrutura e revelação de grandes talentos em diferentes modalidades. De 2013 pra cá, apenas no League of Legends, o time já disputou cerca de 10 etapas de CBLoL (Campeonato Brasileiro). Quem não se lembra da Vitória do Ace da KaBuM! e-Sports contra a Alliance no Mundial… considerada a jogada mais icônica do Worlds?! Ou a conquista do brasileiro sobre o Flamengo?!

Então, bora recordar alguns dos grandes momentos dos principais títulos!

O START | #GOKBM
A organização KaBuM! e-Sports nasceu no segundo semestre de 2013, com a equipe de League of Legends. O idealizador do projeto foi o KaBuM!, maior e-commerce de tecnologia da América Latina, com o objetivo de contribuir com a evolução do cenário, proporcionando a profissionalização do meio e ampliação de investimentos no país.

A primeira formação do LoL contava com os players que atuavam pela Nex Impetus: Bruno “Bit1” Fukuda Lima, Rodrigo “Digolera” Haddad, Daniel “Dans” Dias, Thiago “Tinowns” Sartori, Pedro “LEP” Marcari e Renan “Philip”, no papel de coach.

Após a definição do time, a KaBuM! trouxe os jogadores até Limeira (SP), onde passaram a contar com espaço para treinos, Gaming House, equipamentos de alto padrão e demais benefícios – até então, raramente oferecidos na época pelas organizações de esportes eletrônicos.

A primeira formação da KaBuM! e-Sports, em 2013. Dos 5 integrantes, atualmente, LEP e Tin continuam atuando no cenário de LoL, enquanto Bit seguiu carreira no CS:GO.

Os resultados não demoraram a chegar, a exemplo do título na World Cyber Games 2013, com a participação de 65 equipes e a Final disputada contra a Keyd Team. A vitória também garantiu a classificação do time para a edição internacional: a World Cyber Games, na China.

CURIOSIDADE: Na primeira viagem internacional, os e-atletas tiveram que seguir sem LEP, já que o toplaner pegou catapora e precisou ficar “de molho” no Brasil. Em vídeo gravado no canal da KaBuM! e-Sports, ele conta esse e outros detalhes: www.youtube.com/watch?v=CN9gF7CTPtk.

THIS IS FOR KABUM!
Em 2014, a KaBuM! e-Sports foi a protagonista de momentos históricos no cenário nacional. Para início de conversa, houve a classificação na Série dos Campeões, nome que representava a atual primeira etapa do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) 2014. O resultado foi a 4ª colocação, com eliminação nas Semifinais, após derrota contra a Keyd Stars. A line-up oficial permanecia com LEP no topo, Dans como ADC e Tin no meio, no entanto com o reforço de dois novos integrantes, atualmente bem conhecidos pela comunidade – Daniel “Danagorn” Drummond (selva) e Martin “Espeon” Gonçalves (suporte).

A KaBuM! e-Sports venceu a CNB no Maracanãzinho, conquistando a vaga para o International Wild Card (USA).

No 2º Split do CBLoL, o time surpreendeu ao derrotar a Team AWP e a Keyd Stars, que contava com integrantes coreanos em sua line. Além disso, Gustavo “Minerva” Alves passou a integrar a equipe que entraria de vez para a história do jogo. Em julho de 2014, a KaBuM! garantiu a presença na Final contra a CNB e-Sports Club, em um elenco 100% verde e amarelo, em ambos os lados da Summoner’s Rift. O local do confronto foi épico – ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro. Cerca de 8 mil pessoas presenciaram a KaBuM! se sagrar campeã na MD5, além de mais de 100 mil torcedores online, que acompanharam a transmissão ao vivo.

O próximo destino dos alaranjados foi o International Wild Card 2014 (IWC). O confronto seria contra a PEX Team, vencedora da Copa da América Latina. Os brasileiros mostraram sua força e dominaram a partida, com três vitórias a zero (MD5). O feito fez com que a KaBuM! se tornasse a primeira organização a representar o país no Mundial de League of Legends.

“THIS IS FOR KABUM” – A classificação ao Mundial foi inédita ao país. A KaBuM! também entraria para a história por outro feito, sendo um exemplo de que tudo pode acontecer quando se tem uma equipe unida.

Destino seguinte: Coreia do Sul, berço dos melhores times do mundo. Definido em sorteio, o Brasil teria que enfrentar NaJin White Shield (vencedores das finais regionais da OGN), Cloud9 (campeões da América do Norte) e Alliance (campeões europeus).

Sob a pressão do alto nível internacional, os estreantes não conseguiram passar da primeira fase. No entanto, não voltaram ao solo brasileiro de mãos vazias. A única vitória teve um gostinho especial, já que ocorreu sobre a Alliance – resultado decisivo para a eliminação dos europeus. Além de ganhar muitos admiradores em todo o mundo pela performance, especialmente dos americanos da Cloud9, que durante a vitória contra a NJW deram vida ao grito de guerra “This Is For KaBuM”. A partida foi considerada a mais icônica entre os Worlds de League of Legends, até hoje.

Para saber mais sobre o Mundial e “This Is For KaBuM”, clique aqui.

O CAMPEÃO VOLTOU
Passadas as emoções de 2014, a KaBuM! passou por vários momentos, grande parte deles desafiadores. Entre eles, ganham destaque: a formação de duas equipes com estruturas de alto padrão, contratação de técnicos estrangeiros e aposta em revelações do cenário.

No entanto, com o passar dos anos veio também a experiência de se reinventar e superar as expectativas. Após retornar à elite, com a vitória do Circuito Desafiante 2017 e classificação direta ao CBLOL, o foco da KaBuM! era se provar como a melhor.

A KaBuM! levantou a taça de Bicampeã, no 1º Split do CBLOL, em evento presencial direto dos estúdios da Riot Games.

Para isso, quem se manteve no comando foi o head coach franco-canadense Jean-François “Nuddle” Caron. Ao contrário do Circuitão, Nuddle atuou presencialmente ao lado do time. Alexandre “TitaN” Lima, grande nome revelado pela KaBuM! em 2017, continuou a integrar a line-up oficial, que contava ainda com Marcelo “Riyev” Carrara e Lucas “Zantins” Zanqueta. O midlaner Matheus “Dynquedo” Rossini e o jungler Filipe “Ranger Brombilla foram convocados para fechar o quinteto que atuaria pelos Ninjas.

Além dos novos nomes, 2018 também foi marcado pela mudança da equipe para São Paulo, em uma residência de alto padrão e próxima dos estúdios em que os jogos do CBLoL são disputados.

Confira os bastidores da GH, em vídeo produzido pela KaBuM!: www.youtube.com/watch?v=bJt-xCNSUGA

O resultado foi uma campanha de altíssimo nível, com apenas uma derrota na etapa classificatória. O brinde do Bicampeonato veio na conquista sobre a Vivo Keyd, em uma partida bem disputada (3×2 na MD5). A vitória também trouxe à KaBuM! a oportunidade de disputar o Mid-Season Invitational, na Alemanha.

O vídeo da Final pode ser conferido no canal da KaBuM! e-Sports: www.youtube.com/watch?v=TcPWukfQNzg.

De volta ao Brasil para o 2º Split do CBLoL, a KaBuM! seguiu com a sua formação, no entanto com mudança na comissão técnica. Nuddle foi substituído pelo sul coreano Lee “Hiro” Woo Seok.

Com vasta experiência, que inclui atuação na Coreia e na China, Hiro chegou em um momento delicado na equipe, que já havia sofrido duas derrotas consecutivas no Brasileiro. O começo abaixo das expectativas não foi suficiente para brecar os sonhos dos Ninjas. Além da conquista do Rift Rivals, considerado a “Libertadores” do LoL, os players seguiram jogo a jogo, mostrando evolução, até repetir o feito da primeira etapa e alcançar a classificação direta para a Final.

Participante do Rift Rivals, a Libertadores do LoL, o Brasil levou a melhor, representado pela KaBuM! e Vivo Keyd.

Com a definição do Flamengo na disputa pela taça de campeões, a KaBuM! seguiu para Porto Alegre (RS), no Auditório Araújo Vianna. Com a presença de milhares de fãs, o time manteve os pés no chão e conseguiu tirar o último ponto do Flamengo, após quatro jogos eletrizantes. Com a taça, veio também o grito de Tricampeã Brasileira. A KaBuM! também entrou para a história como o único time a se classificar para dois Mundiais.

KaBuM! bateu o Flamengo na Final do 2º Split, sediado no Rio Grande do Sul.

Confira os bastidores do Tri, no canal da KaBuM! e-Sports: www.youtube.com/watch?v=On3H2ZRHVto.

O reconhecimento pela grande campanha, em 2018, foi coroado no Prêmio CBLoL, promovido pela desenvolvedora do jogo no fim do ano, no qual a KaBuM! recebeu 5 prêmios em categorias como Melhor Jogador, Melhor Atirador, Melhor Meio, Melhor Suporte e Melhor Coach.

FOCO NO TETRA

Com mudanças na bot lane e topo, KaBuM! e-Sports segue em busca do título sob o comando de Hiro.

Em 2019, várias mudanças foram aplicadas no 2º Split do Brasileiro, com foco na 3º vaga do time para o Mundial de League of Legends. Além do reforço na equipe administrativa, foram feitos investimentos em nomes promissores, como as contratações do atirador Igor “DudsTheBoy” Lima e do suporte Denilson “Ceos” Oliveira, além da presença de um toplaner vindo da melhor liga do mundo (Coreana), Choi “Wizer” Ui-seok.